Marco Giannotti Passasgens II 2006 7_edited.jpg

Nasceu em São Paulo em 1966. Pintor e professor da Escola de Comunicações e Artes da USP.
Frequentou o curso de desenho e gravura em metal ministrado por Sérgio Fingermann a partir de 1980. Em seguida, reside dois anos em Nova York, onde teve um contato direto com a produção contemporânea e com acervos dos museus. No final dos anos oitenta ganhou o prêmio do Salão Nacional de Artes Plásticas, no Rio de Janeiro e a Bolsa Ivan Serpa, da Fundação Nacional de Arte (Funarte), no Rio de Janeiro.
Formou-se em Ciências Sociais na USP, e realizou suas exposições individuais nas principais galerias e museus de São Paulo e Rio de Janeiro. Defendeu seu mestrado em filosofia com a tradução e introdução crítica da Doutrina das Cores, de Goethe (1749-1832). Participou de duas versões da Bienal do Mercosul e do Arte Cidade, e de algumas exposições coletivas internacionais. Por duas vezes, recebeu o prêmio da melhor exposição do ano pela Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA).
É autor dos livros Passagens editado pela Cosacnaify reunindo os últimos 20 anos de atividade pictórica, Breve história da pintura contemporânea lançado pela editora Claridade e um livro pela editora espanhola Dardo sobre suas pinturas e fotografias mais recentes. Defendeu sua tese de livre-docência intitulada A sombra da Imagem. Forma o grupo de pesquisa sobre a cor no departamento de artes plásticas da USP. Convidado em 2011 para ser professor visitante durante o ano letivo na Universidade de Estudos Estrangeiros de Kioto, publica o livro Diário de Kioto pela editora Martins Fontes com apoio da embaixada do Brasil em Tóquio. Recentemente realizou uma exposição no Instituto Tomie Ohtake e na Galeria Raquel Arnaud.

CURRICULO:

Formação
 

1988     Bacharel em Ciências Sociais na USP

1993     Mestre em Filosofia na USP

1998     Doutor em Artes Plásticas na Escola de Comunicação e Artes da USP
 

Evolução da carreira docente
 

1998     Professor do Departamento de Artes Plásticas da USP em regime de RDP

1999     Professor Doutor do Departamento de Artes plásticas da USP/ RDIDP

2006     Professor Associado do Departamento de artes plásticas da USP.

2008     Professor visitante em Yale , E.U.A

2012     Professor Associado A3 do Departamento de Artes Plásticas da USP

2011 – 2012     Professor visitante na Universidade de Estudos Estrangeiros de Kyoto,  Japão

2013 – 2015     Presidente das Relações Internacionais da Escola de Comunicações e Artes da USP

2017     Professor visitante, Universidade Cá Foscari, Veneza, Itália

2018     Professor visitante,  Academia Jan Matejko, Cracóvia, Polônia
 

Produção Científica
 

1993     Doutrina das Cores de Goethe. Tese de mestrado, FFLCH/USP.

1998     Desvio para a Pintura.  Tese de Doutorado, ECA/USP 

2005     À sombra da Imagem. Tese de Livre docência. ECA/USP
 

Exposições Individuais
 

1988     Galeria Paulo Figueiredo, São Paulo.

FUNARTE, Rio de Janeiro.

1990     Passárgada Arte Contemporânea, Recife.

Os sete dias da Criação, I.C.I.,  Buenos Aires.

1991     Galeria Paulo Figueiredo, São Paulo

Fundação Cultural de Curitiba.

1993     Fachadas, MASP, São Paulo.

1994     Fachadas, Casa de Cultura Mário Quintana, Porto Alegre.

1995     Galeria Anna Maria Niemeyer, Rio de Janeiro

Galeria Camargo-Vilaça, São Paulo.

1996     Cárcere, Paço Imperial, Rio de Janeiro

Cárcere, Marina Potrich galeria, Goiânia.

1997     Cromos, Galeria São Paulo.

1998     Circuitos, Paço das Artes, São Paulo.

Circuitos, Galeria Anna Maria Niemeyer, Rio de Janeiro.

1999     Pinturas, Galeria São Paulo.

2000     Relevos, Centro Universitário Maria Antônia, São Paulo.

2001     Pinturas, Galeria São Paulo.

2003     Nenhuma distância, nenhum Infinito. Espaço Virgílio, São Paulo.

2005     Oleodutos, Galeria Virgílio, São Paulo.

2007     Passagens, Pinacoteca do Estado

2009     Contraluz Gabinete de Arte Raquel Arnaud, São Paulo

Quadrante, Centro Universitário Maria Antônia, São Paulo

2013     Penumbra, Galeria Raquel Arnaud, São Paulo

Diário de Kioto, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo

Sombra, e Esbatimentos Macs, Sorocaba

2015     Entropia, Galeria Raquel Arnaud, São Paulo

2019     Através , Galeria Raquel Arnaud, São Paulo

2019     Passages, Mark Rothko Art Center, Dougavpils, Letônia
 

Principais Exposições Coletivas

 

1986     9º Salão Nacional de Artes Plásticas, Rio de Janeiro.

1987     2ª Bienal de Cuenca, Equador.

Salão Paulista.

1988     10º Salão Nacional de Artes Plásticas, Rio de Janeiro.

1989     10º Artistas, Rua Fortunato, São Paulo.

6 X Brasil, Galerie Raue, Bonn.

Panorama da Arte Atual Brasileira-Pintura, MAM, São Paulo.

O Pequeno Infinito e o Grande Circunscrito, Galeria ARCO, S.P.

Salão Nacional de Artes Plásticas, Rio de Janeiro.

Arte Contemporânea São Paulo:  Centro  Cultural São Paulo.

1990     Brazil Projects 90, Municipal Art Gallery, Los Angeles / MASP.

Salão de Brasília.

Panorama da Arte Atual Brasileira-Desenho, MAM, São Paulo.

1991     Arte Contemporânea Brasileira, Liljevalchs Konsthall, Estocolmo.

BR/80 Itaú galeria, São Paulo

1992     Arte Brasileira: A nova geração. – Fundación Museo de Bellas Artes, Caracas.

Programa de Exposição Arte Contemporânea. Centro Cultural São Paulo.

13 Artistas Paulistas. Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro.

1993     Panorama de Pintura. MAM, São Paulo.

1994     Arte-Cidade: Cidade sem Janelas. Matadouro da Vila Mariana. São Paulo

Bienal de Cuenca. Equador.

1996     Des-ex-plognição, exposição conjunta com Haroldo de Campos.

Casa das Rosas. São Paulo

Doação Paulo Figueiredo. MAM, São Paulo.

1997     Artista convidado para o programa de exposições do Centro Cultural S. Paulo.

1998     Terra e mar à vista. Instituto Itaú cultural, São Paulo.

Remetente. Espaço Ulbra,  Porto Alegre.

City Canibal, Paço das Artes, São Paulo.

Quase nada. Nassauicher Kunstverein Wiesbaden, Alemanha.

1999     Galeria Casa da Imagem, Curitiba.

II Bienal do Mercosul , Porto Alegre.

2000     Os anjos estão de volta, Pinacoteca de São Paulo.

2001     III Bienal do Mercosul, Porto Alegre.

2002     Amílcar de Castro/ Tangências, Espaço  Santander. Porto Alegre.

ArteCidadeZonaLeste, Santuário São José do Belém, São Paulo.

28(+) Pintura, Espaço Virgílio, São Paulo

2003     Aria galeria de arte, Recife.

Marcantônio Vilaça Interfaces. Museu de Arte  Contemporânea de São Paulo.

2004     Outro lugar. Espaço Virgílio, São Paulo

Heterodoxia, Memorial da América Latina, São Paulo.

Casa: uma poética do espaço, Museu da Vale do Rio Doce, Vitória.

2005     Br 2005, Galeria Virgílio, São Paulo.

2006     Ciccillo – Acervo Mac USP.

Ao mesmo tempo nosso tempo. Museu de Arte . São Paulo

Galeria Casa da Imagem. Curitiba.

Paralela,  Pavilhão do Prodan/Ibirapuera, São Paulo.

2007 Acervo do Mam na Oca, São Paulo.

2008 Entre o plano e o espaço. Galeria Raquel Arnaud . São Paulo

60 anos do MAM . Oca , São Paulo

Olhares cruzados, Galeria Casa da Imagem, Curitiba.

Ano 01. Anita Schwartz  Galeria de arte, Rio de Janeiro

2009     Experiências Contemporâneas Coleção MAC USP Coleção Vilaça.

Espaço Cultural Marcantonio Vilaça Brasília.

2010     Arte e Espiritualidade. Mosteiro de São Bento, S.P.

Transições. Gabinete de Arte Raquel Arnaud. S.P.

2012     Passato imediato.Memorial da América Latina, São Paulo

Percursos Contemporâneos. Museu de Arte contemporânea de Sorocaba

2013     Tomie Ohtake – correspondências. Instituto Tomie Ohtake, São Paulo

2014     Único , Curadoria Paulo Venâncio , Galeria Carbono São Paulo – SP,

Para Além do Ponto e da Linha: Arte Moderna e Contemporânea no Acervo do MAC USP

2017     Um ensaio sobre o desenho. Curadoria Claudio Mubarac. Galeria Raquel Arnaud.

O MAC USP no Século XXI: A Era dos Artistas,  curadoria Kátia Canton

2019     O sagrado na Arte Moderna Brasileira, Curadoria Fabio Magalhães e Maria Inês Lopes  Coutinho. Museu de Arte Sacra, São Paulo


Prêmios

 

1986     Aquisição, 9. Salão Nacional de Artes Plásticas

1987     Prêmio Ivan Serpa. FUNARTE.

1988     Aquisição, 10.

Salão Nacional de Artes Plásticas.

Aquisição, 2. Salão da Bahia.

1990     Aquisição1. Salão de Brasília.

1997     Prêmio APCA – Pintura.

2010     Prêmio APCA melhor exposição do ano
 

Obras em Coleções Públicas

 

Pinacoteca do Estado, São Paulo. Museu de Arte de São Paulo. Museu de Arte Moderna de São Paulo. Museu de Arte Contemporânea, São Paulo. Fundação Armando Alvares Penteado, São Paulo. Museu de Brasília, DF. Casa de Cultura Mário Quintana, Porto Alegre. Museu de Arte de Niterói (Coleção João Satamini). Instituto Cultural Itaú, São Paulo. Mosteiro de São Bento, São Paulo.
 

Livros publicados

 

2013     Diário de Kioto. 1. ed. São Paulo: Martins, v. 1. 160p 1. ed.

2011     Marco Giannotti, Espanha: Dardo, v. 1. 110p .

2009     Breve história da pintura contemporânea. 1. ed. São Paulo, SP:    Claridade, v. 1, 150p .

2007     Marco Giannotti; Brissac, Nelson . Passagens. 1. ed. São Paulo,SP: Cosac Naify, v. 1. 156p

Refexões sobre a Cor (org) EditoraMartins Fontes. 422 p

Pintura Contemporânea, São Paulo, Editora Nova Alexandria 144p.