Relevos (2000)

Os relevos surgiram quando buscava sair das limitações impostas pelas barras de ferro das estruturas espaciais. voltei-me para o desenho (ou para a gravura) a fim de criar um sulco sobre a superfície de madeira. as incisões criavam uma espécie de gramática de módulos arquitetônicos, que poderiam variar entre -si, criando um quebra-cabeça. a cor aparece como um elemento mediador entre as partes, a partir das polaridades cromáticas, e sugere uma sequência de fotogramas, como no caso dos circuitos. o compensado naval tem uma presença muito diversa das telas. Confere a cada módulo um estatuto de “porta”, “batente” etc. pelo fato de utilizar uma têmpera acrílica altamente saturada, que absorve toda a luz, a presença física das madeiras era colocada em um estado de suspensão, de imaterialidade.